Quem Somos


Nossa História

 

Daniel Berg e Gunnar Vingren

A história da Assembléia de Deus no Brasil tem origem no chamado de dois jovens missionários suecos, Daniel Berg e Gunnar Vingren. Após receberem o batismo com o Espírito Santo – com evidência de falar em outras línguas – durante o avivamento em Los Angeles e Chicago no início do século 20, Deus os escolheu para juntos trazerem mensagem pentecostal para o Brasil. O chamado aconteceu de forma sobrenatural: através de uma profecia, foi revelado que os dois deveriam ir ao Pará. Somente após procurar no mapa mundial os dois missionários tomaram conhecimento de que o local ficava no norte do Brasil. Em obediência à chamada divina, Daniel Berg e Gunnar Vingren chegaram a Belém no dia 19 de novembro de 1910.

Além da barreira do idioma, os dois missionários sofreram com a falta de recursos financeiros, pois, além de serem pobres, não eram mantidos por nenhuma junta missionária. No início, Berg e Vingren participavam de cultos em igrejas protestantes cantando hinos em sueco. Quando passaram a entender o idioma local, iniciaram a testificar de Jesus, enfatizando a salvação, o batismo com o Espírito Santo, a cura divina e o uso dos dons espirituais.


A doutrina pentecostal ministrada com a devida base bíblica foi assimilada por parte dos crentes, mas rejeitada por outros. Seis meses depois da chegada a Belém, Vingren foi convidado para dirigir um culto de oração e falou da necessidade de o crente ser revestido do poder do alto. A maioria dos presentes alegrou-se com a mensagem e outras reuniões de oração foram realizadas em casas de crentes que queriam o batismo no Espírito Santo como uma realidade em suas vidas. No alvorecer do dia 8 de junho de 1911, a irmã Celina Albuquerque, orando em sua casa, juntamente com outros irmãos, teve o privilégio de ser a primeira evangélica brasileira a receber o cumprimento da promessa, falando em línguas, tal qual os primitivos cristãos no dia de Pentecostes. No dia seguinte, a irmã Maria de Nazaré de Araújo foi também batizada com o Espírito Santo.

A evidência da mensagem pentecostal levou a direção da Igreja Batista a uma tomada de posição. Em uma reunião extraordinária, foi solicitado que todos os que estivessem de acordo com a nova doutrina se manifestassem. Para surpresa geral, dezenove irmãos — a maioria, portanto — levantaram-se. Uns porque já eram batizados com o Espírito Santo, e os outros, porque criam que poderiam receber a promessa. O grupo alinhado ao ensino pentecostal foi ilegalmente excluído pela minoria presente, delineando as bases do movimento pentecostal no solo brasileiro. Os irmãos desligados da Igreja Batista passaram a reunir-se em um salão na Rua Siqueira Mendes, 79, Cidade Velha, residência do irmão Henrique de Albuquerque. Como a glória do Senhor se manifestava naquele lugar, houve a necessidade de organizar o movimento. No dia 18 de junho de 1911, por deliberação unânime, foi fundada a Missão de Fé Apostólica, posteriormente denominada de Assembléia de Deus. Supõe-se que o nome escolhido para a nova denominação esteja ligado às igrejas que na América do Norte professavam a mesma doutrina e foram denominados de Assembléia de Deus ou Igreja Pentecostal.

Estabelecida a Assembléia de Deus, os novos convertidos sentiram de imediato o impulso do Espírito Santo, saindo em busca das almas, seguindo os passos de Gunnar Vingren e Daniel Berg. Os resultados, testemunhados com salvação, batismo com o Espírito Santo e também com curas divinas, deram à igreja pentecostal a dimensão que hoje vemos. O rápido crescimento exigiu a consagração de pastores e norteou a expansão ministerial da nova igreja. Em Belém e aonde iam, aceitando a fé e comprovando a chamada divina, os obreiros separados saíam destemidamente anunciando a Palavra de Deus, sob a unção do Espírito Santo. O grande crescimento da obra levou os pastores consagrados a assumirem trabalhos em outras localidades e estados, ampliando as fronteiras da mensagem pentecostal no Brasil.
Atualmente o testemunho pentecostal da Igreja Assembléia de Deus está presente em todo o Brasil. Os templos e congregações da igreja são verdadeiras agências do Reino de Deus em qualquer cidade ou lugarejo desta nação, mesmo nos lugares de mais difícil acesso.

Através de um início simples, mas sob a bênção de Deus, a mensagem pentecostal chegou ao Brasil através de Belém do Pará, a “Casa do Pão” de todos os pentecostais brasileiros. Esta mensagem originada nos céus alcançou milhões de pessoas em todo o País, fazendo da Assembléia de Deus a maior igreja evangélica do Brasil, local onde Deus fez e continua a fazer coisas maravilhosas.

Última Saudação de Gunnar Vingren  

Diga-lhes que vou feliz com Jesus, e como um pai em Cristo, exorto todos a receberem a graça de Deus, que quer operar mais santidade e humildade, para que possam receber os dons do Espírito Santo. Somente desta maneira a Igreja de Deus poderá estar preparada para a vinda de Jesus

Gunnar Vingren

NOSSA IGREJA

A Igreja Evangélica Assembléia de Deus (Ministério de Missões) – 1ª Congregação do Buenos Aires, localizada na Av. Duque de Caxias, 4360, Buenos Aires, é a Sede do Setor “B” Norte de Teresina no Estado do Piauí. Exibir mapa da igreja

O Setor “B” Norte é formado, atualmente, por 12 congregações, sendo seis congregações principais e seis sub-congregações, como segue relacionado, abaixo:

  • 1ª Congregação do Buenos Aires (Sede do Setor) – Supervisor:  Pastor Antonio Rodrigues de Santana.

               *Sub-Congregação do Real Copagre – Supervisor: Presbítero RuiExibir mapa da igreja

  • 2ª Congregação do Buenos Aires – Supervisor: Presbítero Francisco das Chagas RochaExibir mapa da igreja

               *Sub-Congregação da Vila Cristalina – Supervisor: Diácono Antônio FilhoExibir mapa da igreja

               *Sub-Congregação do Bom Jesus – Supervisor: Presbítero Bené.
Exibir mapa da igreja

  • Congregação do Bairro São Francisco – Supervisor: Evangelista Edmilson Cruz. Exibir mapa da igreja

               *Sub-Congregação do Alto Alegre – Supervisor: Presbítero Jorge Alessandro.
Exibir mapa da igreja

               *Sub-Congregação do Ribeiro Magalhães – Supervisor: Presbítero Rogério Conceição.
Exibir mapa da igreja

  • Congregação do Poti Velho – Supervisor: Pr. José de Ribamar (Mazinho)

               *Sub-Congregação do Mafrense – Supervisor: Diácono Edvan.
 

O Superintendente do Setor é o Pr. Antonio Rodrigues de Santana.

A Mocidade da 1ª do Buenos Aires é composta pelo Departamento de Mocidade e o Departamento de Adolescentes.

O Departamento de Mocidade está sob a liderança dos irmãos Lívia Cavalcante, Marcos Cesar e Gleison Gomes.

O Departamento de Adolescentes está sob a liderança das irmãs Ivone Martins e Josilene Cabral.

NOSSO CREDO

Este é o Credo das Igrejas Assembléias de Deus no Brasil

Cremos…

1. Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).

2. Na inspiração verbal da Bílbia Sagrada, única regra infalível de fé normativa para a vida e o caráter cristão (2 Tm 3.14-17).

3. Na concepção virginal de Jesus, em sua morte vicária e expiatória, em sua ressurreição corporal dentre os mortos e sua ascensão vitoriosa aos céus (Is 7.14; Rm 8.34 e At 1.9).

4. Na pecaminosidade do homem que o destituiu da glória de Deus, e que somente o arrependimento e a fé na obra expiatória e redentora de Jesus Cristo é que pode restaurá-lo a Deus (Rm 3.23 e At 3.19).

5. Na necessidade absoluta do novo nascimento pela fé em Cristo e pelo poder atuante do Espírito Santo e da Palavra de Deus, para tornar o homem digno do Reino dos Céus (Jo 3.3-8).

6. No perdão dos pecados, na salvação presente e perfeita e na eterna justificação da alma recebidos gratuitamente de Deus pela fé no sacrifício efetuado por Jesus Cristo em nosso favor (At 10.43; Rm 10.13; 3.24-26 e Hb 7.25; 5.9).

7. No batismo bíblico efetuado por imersão do corpo inteiro uma só vez em águas, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, conforme determinou o Senhor Jesus Cristo (Mt 28.19; Rm 6.1-6 e Cl 2.12).

8. Na necessidade e na possibilidade que temos de viver vida santa mediante a obra expiatória e redentora de Jesus no Calvário, através do poder regenerador, inspirador e santificador do Espírito Santo, que nos capacita a viver como fiéis testemunhas do poder de Cristo (Hb 9.14 e 1Pd 1.15).

9. No batismo bíblico no Espírito Santo que nos é dado por Deus mediante a intercessão de Cristo, com a evidência inicial de falar em outras línguas, conforme a sua vontade (At 1.5; 2.4; 10.44-46; 19.1-7).

10. Na atualidade dos dons espirituais distribuídos pelo Espírito Santo à Igreja para sua edificação, conforme a sua soberana vontade (1 Co 12.1-12).

11. Na Segunda Vinda premilenial de Cristo, em duas fases distintas. Primeira – invisível ao mundo, para arrebatar a sua Igreja fiel da terra, antes da Grande Tribulação; segunda – visível e corporal, com sua Igreja glorificada, para reinar sobre o mundo durante mil anos (1Ts 4.16. 17; 1Co 15.51-54; Ap 20.4; Zc 14.5 e Jd 14).

12. Que todos os cristãos comparecerão ante o Tribunal de Cristo, para receber recompensa dos seus feitos em favor da causa de Cristo na terra (2Co 5.10).

13. No juízo vindouro que recompensará os fiéis e condenará os infiéis (Ap 20.11-15).

14. E na vida eterna de gozo e felicidade para os fiéis e de tristeza e tormento para os infiéis (Mt 25.46).

Responses

  1. Gostei deste espaço juventude online. Apenas uma observação, quando da apresentação das congregações e subs com seus respectivos dirigentes, onde a 1ª Cong consta Antonio Rodrigues de Santana. O que deveria ser Pastor Antonio Rodrigues de Santana. Não me entendam mal, até porque creio que foi apenas uma falha sem maldade.
    Ir. Luiz Cavalcante

  2. ok irmão Luiz creio que o probleminha já foi solucionado..rsrsrs.. e ficamos muito felizes com a sua visita, que a Paz do Senhor esteja contigo!!

    Irmão jefferson-2° lider de mocidade

  3. jovens… continuem assim nessa força que Deus vos dá para seguir em frente no caminho do Senhor Jesus! Fiquem na paz. è o que deseja a família PASTANA.

  4. Que bom mergulhar na história da nossa igreja através deste artigo – Nossa História. Parece que estou convivendo com aqueles irmãos do principio, Gunnar Vingren, Deniel Berg, Celina Albuquerque, Adriano Nobre, Nels Julius Nelson e muitos outros que deram suas vidas por completo no serviço de DEUS. OH como eu gostaria de ter a mesma chama no meu coração, amando a obra do Senhor, dando tudo de mim, em favor dos perdidos, dos que estão na sarjeta, à margem, vivendo dissolutamente, até mesmo sem saber que existe um DEUS todo poderoso para libertá-los. Não esqueço jamais de uma expressão mais ou menos assim “se eu soubesse o dia da minha partida, gostaria de terminar minha carreira onde comecei, na Amazônia” do saudoso Nels Nelson. A história dos pioneiros, ainda que no descanso eterno, permanece vívida no dia-a-dia da igreja do Senhor, com destaque para as Assembléias de DEUS no Brasil. Parabéns, jovens cristãos, sigam o exemplo de vida cristã, dos nossos pioneiros. Deus abençoe.

  5. Olá amado, a Paz do Senhor , gostaria de saber, se possível, se alguém tem endereços de missionários de nossa igreja na Argentina? pois já entrei em vários sites e só encontro os nomes dos missionários mas não há endereços e estou viajando para Buenos Aires e gostaria de visitar alguns dos nossos irmãos que estão fazendo a obra do Senhor naquele país, desde já agradeço muito se alguém puder me ajudar.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: